terça-feira, 16 de outubro de 2012

Apple libera convite para mais um evento

Como acontece em praticamente todos os anos, a Apple realiza um evento em setembro e outro em outubro.

O evento de setembro é um evento musical, no qual a empresa atualiza os iPods. O evento de outubro é geralmente focado em Macs.

Porém, por causa do sucesso do iOS, a Apple refez todo o seu calendário. Por isso, o foco do evento de setembro é o iPhone e atualização dos iPods. O foco do evento de outubro deveriam ser os Macs, mas parece que há um novo device vindo aí.

A empresa atualizou os MacBooks em junho, na WWDC. Falta atualizar o iMac e o Mac Mini, para que eles também se equipem com os novos processadores Ivy Bridge da Intel. E claro, a empresa não deveria abandonar o Mac Pro. Por isso, é bom que ele tenha alguma atualização.

Vamos assumir pelo convite que esse evento será um evento "mini".


O evento acontecerá às 15h no horário de Brasília. A keynote ocorrerá no California Theatre em San Jose, nos Estados Unidos. A última vez que aconteceu um evento desse tipo foi quando Steve Jobs apresentou o iPod Photo em parceria com a banda U2.

"little more". Apple ambígua como sempre. Um pouco mais ou um pequeno a mais? Acho que quer dizer as duas coisas. Lembrando que o convite lembra muito o "Latest Creation", que foi o evento de apresentação do primeiro iPad.

Enfim, eu aposto no lançamento de um iPad Mini, que está praticamente confirmado pelos rumores, e acredito também que a Apple deverá lançar uma atualização do iMac, do Mac Mini e talvez lance um MacBook Pro Retina Mini, ou seja, com uma tela de 13 polegadas.

Além disso, desenvolvi uma teoria com base na informação de que o dia 23/10 é o 11º aniversário do iPod. O iPod nano de 6ª geração (o "relógio" quadrado) é extremamente útil e preenche um perfil de uso bem específico. Pessoas que não querem simplesmente ouvir música mas que não querem um iPod para vídeos. Ele é o shuffle melhorado. E acho que a Apple deveria continuar com esse iPod.

Esse é o tal iPod nano de 6ª geração
Por isso, a empresa poderia lançar um iPod Mini, que seria o iPod nano da 6ª geração relançado (com Bluetooth, óbvio). Não acredito muito nisso, mas também é uma possibilidade.

Além disso, a Apple finalmente liberará o iTunes 11, que foi apresentado em setembro. A nova versão do software está com o visual remodelado e possui muitos recursos interessantes e melhorias muito bem-vindas. Espera-se que o software fique mais estável também.

Para acompanhar o iPad Mini, a Apple deverá lançar ou pelo menos colocar em fase beta o iOS 6.1. Algumas pessoas estão encontrando várias referências sobre a Siri em português no iOS 6, e o iOS 6.1 poderá ter isso como novidade. Ou seja: talvez teremos a Siri no nosso idioma, e isso será incrível!

Dizem que esse iPad terá 7,85", mas vou falar 7" para simplificar as coisas. Na verdade, é muito mais perto de 8" do que de 7", mas enfim.

Vamos falar do mercado do iPad Mini. Um tablet de 7", como bem disse Steve Jobs, é horrível.

E não é porque é um iPad que ele deixará de ser horrível. Qualquer tablet de 7" é horrível. Porém, a Apple fez o iPad normal muito bem. Ela sabe fazer tablets. E o mercado de 7" é muito intenso. Muitas pessoas preferem tablets menores só por serem menores. 

E ainda há a questão educacional. É simplesmente o iPad perfeito para ser usado em escolas. A Apple está bem envolvida com educação, então alguma novidade pode existir nesse sentido.

Se existir um iPad menor, ele será um iPad e irá satisfazer consumidores que querem tablets menores. O que significa "ser um iPad"? Significa ter todo um ecossistema por trás e claro, o "jeito Apple". Ou seja, um iPad menor será o melhor tablet em sua categoria.

Tablets de 7" não entregam a experiência de uso esperada em um tablet. Porém, muitas pessoas preferem esse tamanho de tela. Várias pessoas que usam tablets para coisas ainda mais básicas se contentam perfeitamente com um tablet de 7".

Quando a pessoa adquire um gadget híbrido entre smartphone e tablet para tentar substituir os 2 dispositivos, ela se prejudica. Esse tipo de aparelho é grande para caber no bolso e pequeno demais para ser um tablet. 

Se a pessoa já possui um smartphone em um tamanho aceitável e deseja um tablet para fazer coisas básicas de tal forma que não precise de uma tela tão grande, um tablet de 7" é interessante.

E esse mercado é imenso. Esses tablets menores vendem muito. Um fator que contribui muito: o preço. Muitas pessoas compram tablets de 7" por serem menores. Mas muitas pessoas também compram tablets de 7" por serem mais baratos.

O iPad 2 custa US$399 (16GB) nos EUA. Ou seja: o iPad Mini deverá ter um modelo abaixo disso (8GB), um modelo nesse preço (US$399) e os outros modelos com preços acima disso, logicamente. Sem contar o modelo com 3G.

Tablets menores precisam ter conectividade 3G. Acho uma situação engraçada quando uma pessoa compra um tablet que já é menor (ou seja, não usa um tablet como deveria ser) e ele ainda não vem com 3G.

Mesmo que a Apple lance um modelo de iPad Mini sem 3G, não será uma compra interessante. Se o tablet é pequeno, que ele tenha pelo menos 3G, para sustentar o argumento de que é um dispositivo móvel de 2012.

Enfim, o evento do dia 23 será bem interessante e boas coisas estão por vir.

Provavelmente o Tecnologite cobrirá o evento ao vivo, fiquem ligados!

Esse post não possui fins publicitários. Qualquer marca registrada mencionada pertence aos respectivos donos. As imagens utilizadas pertencem aos respectivos donos. Fontes: aqui, aqui, aqui.

0 comments:

Postar um comentário