sexta-feira, 27 de julho de 2012

Zuckerberg diz que rumores de smartphone não fazem sentido

O Facebook revelou os resultados do trimestre fiscal e os analistas esperavam mais. Hoje, as ações da empresa atingiram o menor valor desde a IPO.

Definitivamente não é um cenário encorajador para IPOs. O preço do Facebook foi superestimado e agora está caindo para representar um valor mais real.

A Zynga, empresa que faz jogos como Farmville, Cityville e Mafia Wars está extremamente vinculada ao Facebook e suas ações também caíram muito nos últimos dias.

A receita total do Facebook foi de 1,18 bilhões de dólares, sendo que 992 milhões vêm da publicidade.

O Facebook apresentou 955 milhões de usuários ativos no mundo inteiro durante o mês de junho. Diariamente, 552 milhões de usuários ficaram ativos na rede social.

O número de acessos móveis cresceu e são 543 milhões de usuários ativos por dispositivos móveis nas redes sociais.

Nota-se que o segmento móvel é cada vez mais importante para a rede social. Recentemente surgiu um rumor de que o Facebook criaria um smartphone próprio. Ele seria integrado com a rede social em todos os sentidos e até aumentaria os lucros da empresa.





Mark Zuckerberg desmentiu os rumores. Ele falou que não terá um smartphone do Facebook por enquanto e a tendência é que a experiência de uso do Facebook mobile melhore daqui pra frente. Ele reforçou que a integração do Facebook com os aparelhos da Apple contribuirá muito para isso.

Ele disse que um smartphone do Facebook não faz sentido para a empresa agora. O que faz sentido é melhorar a experiência de uso mobile. A empresa falou que vai contribuir para que outros apps possam ser construídos baseados na rede social para uma experiência mais integrada.

Então não vamos ver um smartphone do Facebook tão cedo. Eu concordo com a posição da empresa. Acho que deve-se melhorar a experiência de uso mobile, porque as redes sociais estão cada vez mais sendo utilizadas em ecossistemas móveis.

E deve-se descobrir uma forma de ganhar dinheiro com publicidade, porque a publicidade em dispositivos móveis é muito invasiva em alguns casos. Por isso, o Facebook deve pensar em uma maneira para lucrar em cima dos acessos mobile, que crescerão cada vez mais.

A loja de apps mobile do Facebook (Facebook App Center) já é compatível com o Brasil e rumores indicam que a empresa em breve lançará novas versões totalmente reformuladas de seus apps móveis.

Vamos aguardar essas mudanças! Mas pode descartar a possibilidade de um smartphone do Facebook. Pelo menos por enquanto, Zuckerberg garantiu que ela não existe.


Esse post não possui quaisquer fins publicitários.

0 comments:

Postar um comentário