segunda-feira, 9 de abril de 2012

"Um milhão de dólares não é legal. Você sabe o que é legal?"

"Um bilhão". Foi isso que Sean Parker falou para Mark Zuckerberg sobre ganhar dinheiro no filme "A Rede Social". Zuckerberg não deveria pensar em conseguir um milhão de dólares, mas sim um bilhão.

Atualmente, a fortuna estimada de Zuckerberg é de mais ou menos 17,5 bilhões de dólares e ele é a 35ª pessoa mais rica do mundo, de acordo com a lista de bilionários da Forbes.

Um bilhão. Esse é o valor estimado da compra do Instagram pelo Facebook. Você não leu errado! Hoje, dia 09/04/12, o Instagram foi comprado pelo Facebook por aproximadamente 1 bilhão de dólares.

Para quem não sabe, Instagram é uma rede social de fotos. A pessoa tira fotos e aplica alguns efeitos legais nelas. Depois a pessoa publica essas fotos nas redes sociais selecionadas, incluindo Facebook e Twitter.

O Instagram é um fenômeno. Várias pessoas nem tiram mais fotos normalmente com o aplicativo nativo da câmera do smartphone. Elas recorrem ao Instagram, tiram a foto, aplicam um efeito legal e compartilham nas redes sociais, incluindo o Facebook.

O fenômeno do Instagram é semelhante ao do YouTube. Usuários começaram a usar o YouTube para publicar e compartilhar vídeos, então o Google comprou o YouTube. E o YouTube também cresceu de uma forma assustadora. Hoje, o YouTube é até o "emprego" de muitas pessoas, já que vários ganham dinheiro publicando vídeos no YouTube.


O Instagram também cresceu de uma forma assustadora, então foi comprado pelo Facebook. Eu não sei se ele "empregaria" alguém, porque as fotos publicadas nesse serviço são fotos do cotidiano, fotos comuns. Ainda assim, uma pessoa pode publicar fotos pagas ou fotos com propagandas sem problemas.

O Instagram é uma rede social muito importante nos dias de hoje para compartilhar fotos. Estima-se que ele tenha aproximadamente 25 milhões de usuários, e a maioria deles é usuário do Facebook também.

O Facebook fez uma jogada comercial muito relevante hoje. Considerando que o serviço de compartilhamento de fotos no Facebook precisa melhorar, quem sabe a rede social não absorva um pouco do Instagram? Seria até interessante se pudéssemos colocar os efeitos do Instagram em fotos que uploadamos do nosso próprio computador.

Além disso, o Instagram não ganhava dinheiro. Há algum tempo, o criador do serviço admitiu que o criou simplesmente por criar e ainda estava pensando em uma forma de monetizar. Devemos lembrar que os usuários do Instagram não gostariam muito de propagandas no app.

Porém, o Facebook pode aproveitar muito bem isso. Por exemplo: vamos supor que um usuário tire uma foto (pelo app do Instagram) geolocalizada perto de uma loja em um shopping. O app não terá propaganda, porque os usuários do Instagram não gostam disso. 

Então, quando o usuário chegar em casa e entrar no Facebook pelo seu computador, ele verá uma propaganda da loja que apareceu na foto, ou de algum produto relacionado. O resultado vocês já conhecem: dinheiro para o Facebook e para o vendedor do produto anunciado na propaganda.

E teoricamente o Facebook pode fazer isso. Se a foto for geolocalizada e compartilhada no Facebook, a rede social pode pegar todas essas informações e mostrar ads personalizados para o usuário. O Google já faz mais ou menos isso, porque o Facebook não poderia fazer?

Enfim, existem várias formas de monetizar o Instagram. O Facebook vai descobrir qual é a melhor, e certamente já tem um plano para isso. Se comprou o Instagram por um bilhão, possivelmente pode gerar lucros anuais nessa faixa. Eu acho difícil gerar lucros trimestrais nessa faixa com o Instagram, mas não deixa de ser uma possibilidade.


Zuckerberg anunciou a compra do Instagram em seu perfil oficial no Facebook. Ele disse que a compra do Instagram ajudará a oferecer uma melhor experiência em compartilhamento de fotos. Ele disse também que o Instagram será independente do Facebook. Ou seja, Facebook é uma coisa, Instagram é outra.

E falou também que não se pode simplesmente integrar o Instagram ao Facebook e pronto, até mesmo porque isso já acontece de certa forma. Ele falou que o ideal é continuar construindo e melhorando o Instagram, para oferecer o melhor serviço e aí sim uma melhor integração entre as redes sociais.

O Instagram teve a ideia. O Facebook tem o dinheiro. Se as equipes dessas duas redes se unirem, certamente sairá coisa boa daí. Eu só sei que nenhuma dessas empresas é burra, e certamente o Facebook já deve ter algum plano em mente.

1 bilhão de dólares é muito dinheiro? Uma bolha está por vir? A IPO do Facebook está prestes a acontecer, e estima-se que a empresa passe a valer 100 bilhões de dólares. Talvez a negociação entre as empresas tenha sido feita em sua maior parte por ações do Facebook. 

Os criadores do Instagram provavelmente serão donos de uma parte do Instagram agora. 1 bilhão é 1% de 100 bilhões. Então, no máximo, os criadores do Instagram são donos de 1% do Facebook. O que nem é tanto assim.

1 bilhão de dólares por 25 milhões de usuários. Isso é igual a 40 dólares por usuário. Nem é muita coisa, considerando o lucro por usuário que pode acontecer se o Facebook souber monetizar corretamente o Instagram. 

Eu sei que esse cálculo é simplório, não se compra nada apenas pelo número de usuários. Fiz o cálculo apenas para mostrar o custo bruto relativo de um usuário do Instagram.

O Instagram ficará ruim? A princípio, não mudará nada. A Microsoft comprou o Skype e o Skype continua a mesma coisa. Aliás, até melhorou um pouco. Eu não acredito que o Instagram ficará ruim. E claro, se o Facebook souber aproveitar os recursos do Instagram, ambas as redes sociais ficarão ainda melhores.

Falando em Microsoft, quem poderá se beneficiar com a compra do Instagram pelo Facebook é o Windows Phone 7. Acredita-se que o WP7 ganhe um app do Instagram em breve, já que o Facebook fez um acordo de parceria com a Microsoft. A integração do WP7 com o Facebook e consequentemente com o Instagram poderá acontecer sem complicações e sem falhas. Poderá ser uma ótima integração.

Bom, o app do Instagram continuará a ser atualizado e a integração com o Facebook melhorará ainda mais. No blog oficial do Instagram, foi dito que a integração com outras redes sociais continuará existindo normalmente.

Zuckerberg, era mais fácil ter baixado o app do Instagram gratuitamente, não precisava pagar 1 bilhão de dólares!

1 bilhão de dólares é muito dinheiro, mas vamos ver se o Facebook transformará esse gasto em lucro. Uma IPO vem aí, e se nada der certo, podemos estar rumo a uma segunda bolha da web. Eu espero que não.

Esse post não possui fins publicitários. Qualquer marca registrada mencionada no post pertence aos respectivos donos e não foi utilizada para fins publicitários. As imagens pertencem aos respectivos donos e não foram utilizadas para fins publicitários. Fontes das imagens: aqui e aqui.

0 comments:

Postar um comentário