terça-feira, 17 de janeiro de 2012

As mídias sociais têm poder!

Eu já falei várias vezes de mídias sociais aqui. Mídias sociais são as redes sociais, mas elas são chamadas de mídias sociais quando o foco está direcionado na divulgação e na propagação da informação em si. E são chamadas de redes sociais quando o foco está direcionado nos usuários e na interação entre eles.

Não é a primeira vez que falo de redes sociais aqui. Vou falar apenas de mais um caso que prova que as mídias sociais estão mudando a maneira como a informação é divulgada e consumida. Só para constar, falei de redes sociais aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

Tudo começou com uma propaganda. Gerardo Rabello fez uma propaganda para divulgar o seu mais novo empreendimento imobiliário na Paraíba. No vídeo, ele fala que todos poderão disfrutar da novidade, menos Luíza, que está no Canadá.

O mais cômico é que após a frase ele continua falando normalmente. É como se ela estivesse deslocada. Enfim, foi um pouco engraçado, e rapidamente as pessoas perceberam isso.

Então um twitteiro viu o vídeo e falou algo utilizando o "menos Luíza, que está no Canadá" no fim do tweet. Imediatamente as pessoas viram que isso viraria um meme e o dia no Twitter se resumiu a piadas sobre a Luíza, que está no Canadá.

Na verdade, o vídeo é do dia 12 e no dia 12 começaram a aparecer tweets sobre isso. Mas foi hoje que tudo no Twitter se direcionou para a Luíza, que está no Canadá e para o BBB, é claro.

E o que é um meme? Memes não são aquelas carinhas (Trollface, Me Gusta, FUUUU). Meme é algo que se espalha muito rápido. Como aquelas carinhas foram criadas e se espalharam muito rápido, elas começaram a ser chamadas de "memes".

Ou seja, esse acontecimento da Luíza é sim um meme. Tanto é que hoje foi publicado um jogo semelhante ao Ski do Windows cujo objetivo é fazer a Luíza voltar para o Brasil. E claro, tem o pé grande perseguindo.

Enfim. O meme aconteceu. E tudo foi muito rápido. Todos agora já sabem quem é a Luíza do Canadá. Tudo por causa de uma simples propaganda. Claro que depois as pessoas vão avaliar e acabarão pesquisando sobre a empresa do cara e sobre o empreendimento imobiliário. Ou seja, isso acabou promovendo a empresa também.

Esse acontecimento da Luíza é inútil, claro. As pessoas estão só fazendo piadas e não acrescentou nada que fosse culturalmente útil à vida. Ainda assim, isso foi importantíssimo pra mostrar mais uma vez que as redes sociais tem um poder incrível. Basta que algo caia na internet e isso pode ficar famoso e virar um viral instantaneamente.

Se os usuários gostarem de uma ideia e retweetarem, compartilharem, curtirem ou fizerem qualquer outro "verbo social", essa ideia pode ficar conhecida e famosa, podendo ganhar atenção até da mídia televisiva. Ou seja, se você quiser propagar uma ideia, um produto, qualquer coisa, publique esse material na internet e mande para o Twitter e Facebook, que são as duas redes sociais mais importantes da atualidade.

Sua ideia poderá então ser vista por milhões de pessoas, que levarão a ideia pra frente.

As redes sociais certamente representam uma das melhores formas de se propagar a informação atualmente. Coloque na internet, publique nas redes e deixe as pessoas fazerem o trabalho.

E certamente isso é muito útil para empresas, que podem ver seu produto sendo divulgado gratuitamente por todos os cantos do mundo, graças às distâncias encurtadas pela internet e pelas redes sociais.

Eu diria que a palavra-chave da década é compartilhar. Hoje em dia, de que vale uma informação se ela não pode ser compartilhada? As redes sociais estão aí pra isso. E as redes sociais facilitam o compartilhamento de informações.

Luíza (filha do empreendedor) é uma estudante de 17 anos que está no Canadá em um intercâmbio. A família declarou que não esperava que a propaganda tivesse essa repercurssão toda e falou que pedirá para Luíza voltar antes do previsto, porque a família gosta de ter Luíza ao lado e a propaganda deu saudades.

Enfim, agora você sabe quem é a Luíza, que é apenas um dos diversos memes e bordões que circulam pela internet.

Veja a propaganda que gerou tudo isso abaixo. Todas as pessoas puderam ver, menos Luíza, que está no Canadá.



Esse post não tem fins publicitários e não promove nenhuma marca ou produto.

0 comments:

Postar um comentário