sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Notícias da semana [2]: HP anuncia o fim do WebOS

No ano passado, a HP comprou a Palm por US$1,2 bilhão achando que faria um bom uso do sistema WebOS, criado para smartphones e que poderia ser adaptado para tablets.

Admito que o sistema era muito bom e quando o smartphone Pre da Palm foi anunciado, várias pessoas disseram que ele iria aniquilar o iPhone. Foi o 1º concorrente à altura, porque o sistema parecia ser muito bom, apesar de não ter muitos apps disponíveis. O problema é que o Pre não vendeu quase nada. Por isso a HP comprou a Palm.

A HP adaptou e melhorou um pouco o sistema e lançou o tablet TouchPad, que vendeu pouquíssimas unidades. A HP então percebeu que não teria muitos lucros com o sistema, já que não estava vendendo nada e os desenvolvedores continuavam em outras plataformas.

Por isso, a HP anunciou o fim dos gadgets com o WebOS. O que não faltam são especulações sobre o destino do WebOS. Poderão ocorrer várias coisas com ele.

O WebOS poderá ser abandonado. Essa não seria uma boa alternativa porque sempre é possível obter lucros com algo. O sistema poderia ser licenciado para fabricantes como Samsung, LG e HTC, mas elas já utilizam o Android, que vende muito mais. Ou seja, não seria tão lucrativo para as fabricantes adotarem o WebOS. Apenas se o utilizassem como algo secundário e não abandonassem o Android.

Ainda não se sabe o que a HP fará com o WebOS, mas não será algo extraordinário, já que seria muito difícil para vender o sistema, visto que o iOS e o Android estão bem consolidados. Talvez ela abandone o sistema mesmo.

Além do mais, correm rumores de que a HP dividirá a empresa, assim como a Motorola fez, com uma parte se focando em hardware e a outra em software. Enfim, rumores não faltam, mas o WebOS não terá um momento de prosperidade, pelo menos por enquanto.

Uma pena, porque eu particularmente gostava do WebOS e o achava bem decente, muito bom mesmo.

Resta esperar para ver qual será o futuro do WebOS e da HP e qual será o próximo sistema que irá surgir e falir por causa dos mercados consolidados do iOS e do Android.

Não sei, mas se a Microsoft não atrair desenvolvedores, talvez o Windows Phone 7 passe pelo mesmo caminho do WebOS, mas isso já é outra história...

Enfim, qualquer dúvida ou comentário, contate o Tecnologite.

0 comments:

Postar um comentário