sábado, 20 de novembro de 2010

Overclock

Overclock é um termo muito comum na computação, sendo utilizado em grande intensidade por gamers (pessoas que usam o computador para jogar) ou pessoas que utilizam programas mais profisionais e por isso precisam de um clock mais rápido.

Em primeiro lugar, o que é clock? Clock é a frequência dos componentes do computador, medida em Hertz. Quanto mais alta a frequência, mais rápido será o componente e melhor será o desempenho do seu computador. Logo, overclock seria você aumentar o clock de algum componente na busca por um melhor desempenho.

O overclock pode ser benéfico em alguns casos, mas em muitos casos ele traz graves prejuízos. Há até situações engraçadas com relação a isso. Teve por aí uma pessoa que fez overclock no seu computador, tirou a placa-mãe do gabinete porque os componentes iriam se superaquecer e montou um sistema de refrigeração com nitrogênio líquido (não me pergunte como ele fez isso). 

Com isso, ele pôde rodar todos os jogos no máximo sem o aquecimento do computador. Obviamente isso deu errado e após algum tempo o computador dessa pessoa parou de funcionar.

O overclock é utilizado basicamente por gamers. Com o overclock eles aumentam a potência de vários componentes do computador, e com isso eles rodam os jogos que desejam rodar com as configurações de vídeo no máximo. Com isso, o jogo tem um detalhe máximo, parecendo a vida real em alguns casos.

O overclock pode ser aplicado basicamente na placa-mãe, no processador, na memória RAM e na placa de vídeo.

Ele é muito mais aplicado no processador e na placa de vídeo do que nos outros componentes. O overclock da memória RAM é o mais prejudicial porque pode trazer sérios problemas para a memória e para o computador como um todo.

Ao mesmo tempo que o overclock ajuda a melhorar o desempenho do computador, se mal aplicado o computador não funcionará direito, podendo até ter algumas peças queimadas ou explodidas. Além disso, o overclock pode causar sérios problemas de superaquecimento do computador, podendo "derreter" algumas peças e com isso o computador para de funcionar.

O overclock pode ser aplicado pelo Setup do computador, que é o programa que vem com a BIOS, ou ainda por programas que rodam no próprio sistema operacional. O overclock do Setup é "permanente" e o dos programas do sistema operacional é reversível rapidamente, é só fechar o programa.

O overclock aumenta o clock de todos esses componentes. Um processador bom de 3GHz, com overclock, pode chegar a mais de 4GHz sem problemas, mas para isso é necessário um ótimo sistema de refrigeração. O mesmo vale para os outros componentes. 

O clock deles é aumentado, a velocidade deles aumenta mas deve-se ter um ótimo sistema de refrigeração no computador para não ocorrerem problemas de superaquecimento ou simplesmente problemas que façam o computador parar imediatamente.

Eu já vi vários computadores bons rodando com overclock e não existem problemas, mas isso só ocorre porque o overclock foi bem aplicado, com o software certo e porque todos os coolers e ventoinhas do computador são ótimos.

Há vários ótimos sistemas de refrigeração inclusive à água, mas obviamente são mais caros e talvez não compense muito a compra deles.

O overclock em placas-mãe só é recomendado se a placa-mãe for um desses últimos modelos da ASUS que de acordo com ela servem para fazer overclock. A pessoa compra essa placa-mãe para fazer overclock, é para isso que a placa serve. Porém, algumas placas-mãe podem ter sérios problemas quando sofrem overclock, e dependendo do caso todo o computador terá que ser trocado somente por causa da placa-mãe.

Eu também acho que o overclock em memórias RAM não faz sentido. Compre logo uma memória de 2000MHz e seja feliz!

Porém, o overclock em placas-mãe e processadores faz sentido e se você se sentir seguro com relação a isso, faça sem medo.

Na minha opinião, se você for fazer overclock, é melhor comprar os melhores componentes para que você tenha ótimos clocks e não precise fazer overclock. Lembrando, só faça overclock se você for realmente realizar tarefas pesadas no seu computador, como por exemplo jogar os últimos jogos lançados com as configurações de vídeo no máximo, para que o jogo pareça a vida real, ou ainda se você for rodar Photoshop CS5, Corel Draw, Autocad e Illustrator ao mesmo tempo no mesmo computador.

São raros os casos de pessoas que realmente precisem de overclock, mas muitos gamers fazem simplesmente para não precisarem comprar um novo computador, já que dá para comprar uma peça que não seja a melhor, fazer um overclock nela e com isso ela fica semelhante à melhor peça no mercado. Isso gera uma economia de dinheiro muito grande em alguns casos.

Além disso tudo, é bom ter um sistema 64 bits, além de um processador que suporte 64 bits e componentes que sejam compatíveis com 64 bits, porque eles reconhecem quase todos os casos de overclock, a não ser aqueles casos em que o clock do componente é aumentado drasticamente ou aqueles casos que nenhum computador hoje em dia reconhece ainda.

Esse post não é bem um alerta. Faça overclock se quiser, mas conheça os riscos e depois não fique chorando caso algo dê errado. A pessoa que faz overclock conhece bem as consequências disso e tem muito dinheiro, porque se der qualquer problema, ela geralmente terá que comprar um computador novo.

Cuidado com seus computadores, comprem componentes com consciência e façam overclock com consciência.

Qualquer dúvida, mande um email para o blog (encontram-se na lateral do site) ou sigam o blog no twitter (está na lateral do site também) e perguntem lá.

0 comments:

Postar um comentário