quarta-feira, 3 de novembro de 2010

O futuro da tecnologia: a computação na nuvem

A Cloud Computing (computação na nuvem) é uma forma de utilização dos computadores baseada na internet. 

O que exatamente é a computação na nuvem? Todos os seus dados ficam armazenados em algum servidor de alguma empresa por aí (provavelmente o Google, já que ele armazena vários dados de várias pessoas) e quando você for acessá-los, você coloca uma senha e todos os seus dados serão acessados.

Qual é a grande vantagem disso? O seu computador não precisará de um dispositivo de armazenamento de dados, seja ele um HD ou um SSD. Você poderá acessar os seus dados de qualquer lugar, de qualquer computador do mundo apenas utilizando a internet. Já existem serviços como o MobileMe que proporcionam um HD virtual, mas na maioria das vezes é um espaço limitado. 

À medida que os computadores forem perdendo HD e os servidores forem melhorando, poderemos ter verdadeiros HDs de mais de Terabytes na internet, podendo ser acessados de qualquer lugar, de qualquer dispositivo móvel.

O ponto negativo é que se o servidor der qualquer problema ou se a rede mundial de computadores entrar em colapso, todos os seus dados poderão ser perdidos. É bom que a empresa tenha servidores bons e backups físicos dos dados. Caso ocorra algum problema, o backup estará lá e a empresa poderá recuperar esses dados ou até mesmo entregá-los de volta à pessoa caso ela não queira mais o serviço.

O bom da computação na nuvem é justamente a praticidade que ela vai oferecer. O computador só precisa de uma internet e de um programa básico para ter acesso à ela. Tendo esses requisitos, a pessoa apenas utilizará o seu computador a partir da internet, podendo até mesmo utilizar um sistema operacional complexo, mas sem estar instalado em seu computador ocupando espaço, tudo seria na internet.

O Google há muito tempo oferece softwares que servem para serem utilizados na internet. Como a internet está em todo lugar, a pessoa também poderá utilizar esses softwares de praticamente qualquer lugar do mundo. Esse software é o Google Docs. 

A Microsoft com o Office 2010/2011 está tentando colocar os softwares na nuvem também, para que a pessoa tenha o Office sem que ele esteja instalado no computador. Eu ainda não utilizei nenhum desses serviços por falta de necessidade, mas creio que eles sejam muito bons, mas obviamente precisam de aprimoramentos para se tornarem softwares completos.

A maioria dos softwares na nuvem são inteiramente gratuitos, e quando a pessoa paga, geralmente é por tempo de uso, já que não há como pagar pelo software inteiro já que você não vai tê-lo em seu computador. Ou ainda se paga uma taxa anual ou mensal para utilização do serviço. Afinal, manter gigantes servidores com imensas capacidades de armazenamento tem um alto custo, e de alguma forma a empresa precisa ganhar 

Pelo menos atualmente essa taxa anual é barata e os softwares são em grande parte gratuitos. A pessoa não tem que se preocupar com a perda de seus dados caso ela formate o computador, já que tudo estará salvo na internet.

Isso é muito útil para uma pessoa que trabalha e precisa dos seus arquivos a todos os momentos, por exemplo. Com a nuvem, ela terá esses arquivos quando ela quiser, podendo ser acessíveis de onde ela estiver.

O Chrome OS, que é o sistema operacional que a Google está desenvolvendo que possui apenas um aplicativo: o navegador de internet. Por ele, você acessa todos os serviços e todos os seus dados na nuvem. Há quem acredite que isso é uma ideia estranha, mas esse é o futuro. 

O seu computador terá um armazenamento flash de menos de 40GB somente para armazenar o sistema operacional básico, que é o que dará ao usuário o acesso à internet. Isso não precisará de muito espaço. Todo o seu espaço de armazenamento será a internet.

Com isso, a pessoa poderia até mesmo ter acesso à um sistema operacional mais complexo na própria internet. Ou seja, nada seria ocupado no computador da pessoa.

Como é na internet, uma outra grande desvantagem seria: se pegar vírus, já era. Um vírus fatal poderia destruir o servidor e consequentemente todos os dados de todos os usuários. Com isso, a empresa deverá ter um sistema de segurança incrível em seus servidores para tentar impedir que algo desse nível aconteça.

A ideia da computação na nuvem não é mais uma ideia tão distante assim, já que já existem sistemas operacionais baseados na nuvem, existem serviços na nuvem e existem computadores preparados para a nuvem. Porque você acha que os netbooks são ruins? Por qual motivo os MacBooks Air não têm drive de CD? No futuro, os netbooks poderão suportar sem dúvidas um sistema operacional pela web, que não necessita de um computador com muita potência. Claro que para tarefas mais exigente, um netbook não iria servir.

Os MacBooks Air não tem drive de CD por um simples motivo: no futuro tudo será "instalável" pela internet. Quem precisará de um CD? Pessoas mais profissionais como músicos ou pessoas que baixam filmes, por exemplo. Mesmo assim, como tudo seria acessível de qualquer lugar, a pessoa teria acesso ao conteúdo que ela gravaria no CD de qualquer lugar, então mesmo assim o CD perderia sua utilidade.

De qualquer forma, a computação na nuvem está deixando de ser futuro e está se tornando presente em nossas vidas a cada dia que passa. Aos poucos, os produtos estão se adaptando à essa tecnologia, e em menos de 10 anos eu vejo os computadores sem HD e com sistemas operacionais baseados na internet.

Em pouco tempo tudo será na nuvem. A computação vai mudar para a internet. A internet será o centro de tudo, e não mais o computador em si.

Enquanto isso, aproveite os atuais serviços da nuvem e veja que eles são bons. Enquanto a verdadeira revolução não acontece, apenas utilize o que a nuvem te oferece por enquanto, porque depois somente ela existirá.

Quaisquer dúvidas, postem nos comentários ou enviem um email para qualquer um dos emails na lateral do blog.

0 comments:

Postar um comentário