sexta-feira, 29 de outubro de 2010

[OPINIÃO] O hub digital

Um hub é uma coisa que contém várias coisas conectadas à ela. O hub digital é todo e qualquer produto ou serviço que tem outros produtos ou serviços integrados a ele.

As empresas hoje em dia estão apostando nessa ideia, porque viram que a Apple estava fazendo isso e estava dando certo. Atualmente, a maioria das empresas decentes vendem hubs digitais. 

Elas não vendem somente um produto. Vendem um produto integrado a vários serviços totalmente feitos para esse produto, e por causa disso a experiência de uso do produto é muito melhor.

Quando você compra um produto hoje em dia, perceba que existem lojas de aplicativos da empresa integradas ao produto, existem vários serviços oferecidos pela empresa que são integrados ao produto e tornam o uso do produto muito mais fácil e adicionam diversos recursos ao produto.

Por exemplo: uma loja de aplicativos que vem com o produto geralmente possui vários aplicativos, e cada aplicativo adiciona uma função diferente ao produto.

Um produto que serve para a visualização de filmes geralmente tem uma loja da empresa que vende esses filmes, tudo isso para facilitar o download deles para o usuário, para que a experiência de uso do produto seja aprimorada e o usuário aproveite mais o produto, já que ele vai gastar muito menos tempo para baixar o filme, por exemplo, do que para assistir.

Isso é um conceito meio complicado de entender, mas quando você vê um produto assim na prática fica fácil.

Um produto que é um hub digital é o iPod, por exemplo. Você está comprando um iPod, um player para ouvir músicas. Ao mesmo tempo, você compra também uma maneira muito mais fácil de sincronizar suas músicas para o seu dispositivo, pagando pouco mais de 1 dólar por música. O usuário não se preocupa com pastas de arquivos. Ele gasta bem menos tempo para configurar o dispositivo do que para utilizá-lo, e com isso o produto é muito mais bem aproveitado.

O Windows tenta fazer isso com aquele monte de softwares que vêm com o Windows, por exemplo: o Movie Maker, a Galeria de Fotos, o Windows Live Mail. Ou seja, você não compra somente o Windows. Você compra vários serviços com vários tipos de programas que facilitam a sua vida, seja para o acesso à internet ou para a edição de fotos e vídeos.

A Microsoft faz isso também com o Xbox. Ela não vende somente um vídeogame, vende uma ótima experiência de jogo online, juntamente com o Xbox em si, que faz com que você jogue com uma qualidade muito melhor online, porque como é tudo da mesma empresa, tudo é compatível entre si e se houver algum problema, a empresa consertará porque ela é quem fez o produto e o serviço. Com isso, o produto dá muito menos problemas e o usuário aproveita demais o produto.

Outro produto que é um hub digital é o Mac. Geralmente as pessoas compram um iPod. Por gostarem dele, acabam comprando um Mac, futuramente um iPhone e daqui a pouco estão com vários produtos da Apple. Como a integração entre eles não dá problema, tudo simplesmente funciona, e é isso o que o usuário quer: um bom produto que funcione sem muitas dificuldades.

As empresas no geral estão tentando fazer isso: vender produtos com serviços. Elas já perceberam que o usuário não quer complicações, só quer usar o seu produto. E como a empresa cuida de tudo, tudo é compatível entre si e tudo fica mais fácil de usar e raramente dá problemas.

Sim, eu sou muito repetitivo, mas é porque é esse o conceito de hub digital, e a maioria das empresas está começando a aprender a vender esse tipo de coisa agora. Os usuários querem essa mudança, eles querem produtos mais fáceis de usar, integrados, sem complicações. As empresas que não utilizam a técnica do hub digital hoje em dia estão decaindo, seja em market share ou em lucro.

O bom é que a maioria das empresas estão querendo vender isso para os seus usuários e atualmente elas não estão "dormindo no ponto".

No futuro, vai ocorrer muito mais uma concorrência do que a empresa oferece para o produto do que uma concorrência dos próprios produtos. A empresa que oferecer os melhores serviços integrados aos seus produtos ganhará a corrida.

O hub digital é um conceito interessante, que melhora muito o jeito como utilizamos um produto. A experiência de uso é muito melhorada. Os usuários querem comprar isso: uma melhor experiência de uso, baseada na qualidade dos serviços oferecidos com os produtos. 

As empresas estão aprendendo isso e já estão começando a vender não apenas produtos, mas experiências de uso. Daqui a algum tempo, esperem ver produtos totalmente integrados a outros serviços e produtos que dão bem menos problemas. 

Ao mesmo tempo que eles ficarão melhores, os produtos terão uma "loja" de serviços da empresa, e se você não quiser pagar pelos serviços, o seu produto não terá nada. Mas você vai querer pagar, porque a experiência de uso será muito melhorada, você usará os produtos de outra forma.

Espere. Daqui a alguns anos, a maneira como você utiliza os produtos será mudada, e você se sentirá muito melhor utilizando seus produtos. Você poderá aproveitar muito mais o uso do produto, já que ele quase não precisará ser configurado.

Isso já está acontecendo, mas a venda do hub digital ainda precisa ser aprimorada. Enquanto ela não é, aproveite os produtos que já são hubs digitais e você vai perceber que eles são bem melhores que os produtos normais.

Apenas alguns produtos que são hubs foram colocados nesse post, sem qualquer fim publicitário, apenas para exemplificar. Existem vários outros, mas eu falei dos exemplos mais comuns hoje em dia.

Se eu fui muito repetitivo, desculpem-me, mas foi para enfatizar o conceito de hub digital mesmo, que é algo não muito fácil de concretizar, por isso eu precisei de vários exemplos e várias palavras para expressar esse conceito.

Quaisquer dúvidas, postem nos comentários ou enviem um email para qualquer um dos emails na lateral do site.

0 comments:

Postar um comentário