terça-feira, 13 de julho de 2010

Sony Ericsson® Vivaz™

O Sony Ericsson Vivaz é um ótimo celular. Tem todos os recursos que um celular normal da Sony Ericsson (e.g.: W810i) tem, porém mais aprimorados.

A touch screen dele é resistiva, ou seja, funciona por pressão, e por isso às vezes ela não é tão sensível ao toque assim.

Eu não sei como instalar apps nele, porque não pesquisei sobre isso, mas creio que deve ser fácil e que há uma variedade considerável de apps disponíveis, já que ele roda Symbian OS. Eu particularmente não gosto do Symbian. Acho muito complicado de usar, não é intuitivo, mas talvez pelo fato de que o Vivaz é touch, o Symbian está um pouco melhor nele.

Uma coisa é o Symbian em um Nokia, que eu acho simplesmente horrível, dispensa comentários. Mas o Symbian no Sony Ericsson parece que é melhor, um pouco mais fácil de usar, mas ainda assim não é intuitivo.

A câmera do Vivaz é excelente. Com 8.1MP, as fotos têm muito mais qualidade, são muito boas. A câmera tem tap to focus, ou seja, você toca na tela e a lente foca onde você tocou. Além disso, a câmera detecta rostos e foca neles. Ele tem um flash que se eu não me engano é LED, e ele grava vídeos em HD (720p) a 24 frames por segundo, o que é uma qualidade não muito ruim assim.

Ele já vem com Facebook e Twitter, então entrar nessas redes sociais e se conectar com o mundo é muito mais fácil. Ele tem 3G e Wi-Fi, ou seja, se você tiver um pacote de dados, você sempre terá como se conectar à internet.

Outro ponto legal é que ele é meio que sempre conectado à internet. Assim que você acaba de gravar um vídeo, já da para exportá-lo para o YouTube. Além, é claro, de ter acesso fácil às redes sociais.

Ele tem aquela qualidade sonora e volume do som fantásticos que já conhecemos em um Sony Ericsson. Não tem muito o que falar, a qualidade é incrível e pronto.

Ele tem, é claro, GPS com navegação curva-a-curva, entrada P2 para fone de ouvido, Bluetooth, Wi-Fi, USB, e toda essa compatibilidade e conectividade que os celulares da Sony Ericsson possuem.

Ele também possui chamada de vídeo, que para alguns (inclusive para mim) não faz diferença. Eu nunca vi ninguém usando e aqui no Brasil esse recurso não iria se aplicar bem pois as redes 3G não são tão boas assim.

Tem teclado QWERTY na touch screen, ou seja, não é um teclado físico e isso é excelente porque você tem mais espaço para a tela em si. Também vários outros "recursos complementares" como conversor, calculadora e relógio.

Mas tem um problema enorme nele: eu estava mexendo para testar, e ele simplesmente travou. Aí tirando a bateria e colocando de novo, tudo se resolveu, mas mesmo assim é algo preocupante, porque eu achei que eu tinha quebrado o telefone do meu amigo, que me culpou pelo resto da semana pelo travamento. Se ele rodasse um software melhorzinho acho que ele seria um celular quase perfeito.

Bom, é isso. O Vivaz é um ótimo celular, compre quem quiser, eu acho que dependendo das suas necessidades ele compensa sim, é um ótimo celular. O Vivaz é um dos poucos celulares que é bom o suficiente para realmente concorrer com o iPhone. Eu recomendo ele, mas como sempre digo, prefiro continuar com o meu iPhone que eu acho que eu sou mais feliz, mas a concorrência tá aí para tentar agradar a todos.

0 comments:

Postar um comentário