quarta-feira, 28 de julho de 2010

Microsoft lança o Office 2010 com diversas novidades

Hoje a Microsoft anunciou o lançamento do Office 2010, que conta com muitos novos recursos e melhorias no design.

Como a Microsoft acredita demais na computação na nuvem, ela implementou algo chamado Office Web Apps, que é algo parecido com o Google Docs. Pelo que eu entendi, dá para editar seus arquivos pela internet, mas a própria Microsoft afirmou que isso não substitui o Office normal.

O visual do Office mudou um pouco, com a mesma interface do 2007 porém com tons de cores do branco ao cinza.

O botão do office agora não existe mais, e se você clicar em arquivo uma janela se abre com diversas opções como salvar e imprimir, por exemplo.

Agora quando você for colar alguma coisa há um Live Preview para você ver como vai ficar quando você colar. Há também ferramentas para edição de imagem e vídeo que em muitos casos vão dispensar o uso de programas dedicados para isso. Há um modo chamado Protected View que abre arquivos baixados em um modo protegido e o usuário precisa autorizar a edição do arquivo por meio de um botão visível que aparece.

Agora há um indicador de presença que indica quem está online no Windows Live Messenger e você pode começar uma conversa com algum contato seu do MSN diretamente do Office.

Há agora versões em 32 e 64 bits, sendo que a de 64 bits não possui alguns recursos como por exemplo add-ons para o Outlook Social Connector para mostrar atualizações de redes sociais.

Há um recurso interessante no Power Point que é o Broadcast Slide Show, que você pode mostrar uma apresentação de slides para alguém bastando esse alguém possuir um navegador de internet. Há também como colocar o vídeo no mesmo arquivo da apresentação de slides e dá para importar vídeos da internet em tempo real. Todos os recursos de imagem e vídeo do Word estão disponíveis no Power Point. Há novas transições, há um recurso que permite que você aplique as transições de um objeto em um slide num objeto de outro slide. Há o recurso de autosave, que salvará sua apresentação automaticamente para que você não a perca caso o Windows trave. A versão online dele é um pouco lerda mas é útil.

O Word possui algumas melhorias que permitem que você refine suas fontes e há um recurso insert screenshot, que insere o screenshot de uma janela aberta e não minimizada. A versão online não conta com a opção de revisão dos documentos, que é muito importante visto que compartilhar seus documentos online serve justamente para outras pessoas colaborarem.

O Excel não mudou muito, mas dá pra criar gráficos em uma única célula. Usuários da versão 64 bits poderão fazer planilhas maiores e lidar com um maior número de dados. A versão online está lerda, mas dá para compartilhar e editar suas planilhas sem problemas.

Não vou falar das mudanças dos outros programas da suite como o OneNote e o Outlook porque quase ninguém os usa, mas o OneNote melhorou demais, podendo até gravar áudio enquanto faz suas anotações. O Outlook também teve algumas melhorias legais mas convém destacar o Outlook Social Connector, que conecta você a redes socias, desde que você possua o add-on delas.

A versão online dos programas não conta com muitos recursos mas é interessante, já que você pode visualizar e editar seus arquivos diretamente da internet, sem alterar a formatação do arquivo.

A versão mais básica do Office 2010 custará no Brasil R$199,00 na versão mais básica e na versão mais completa custará R$1399,00. O Office Starter 2010 substituirá o Microsoft Works e já estará instalado nos novos computadores com Windows daqui pra frente e ele ensinará para a pessoa os recursos básicos do Office 2010.

A Microsoft recomenda que os computadores sejam bons, porque para rodar o Office 2007 o computador tem que ser razoável, e ela diz que qualquer computador que rode o 2007 bem rodará o 2010 sem problemas. Se o seu processador e o seu sistema operacional suportarem 64 bits, ela será melhor porque será mais rápida, apesar de não ter alguns recursos.

De acordo com a Microsoft, o Office para Mac chegará aproximadamente no fim do ano. Para usuários corporativos, ela disse que teria uma integração com o OS dos celulares por meio da Office Web Apps e ele será compatível com vários sistemas operacionais incluindo o Windows Mobile.

Eu recomendo esperar um pouco a compra para ver o que usuários acham do Office 2010. Vendo os recursos, acho que ele está excelente, mas é esperar pra ver e vamos ver se o preço abaixa um pouco.

3 comentários:

  1. Só pra informar, o OneNote do Office 2007 já gravava áudio

    ResponderExcluir
  2. Mas enquanto você estava fazendo uma nota, pra depois colocar esse áudio na nota? antes não tinha que salvar a nota, gravar o áudio e depois colocar na nota não? Desculpe pela ignorância, é que eu não uso o OneNote.

    ResponderExcluir
  3. Soh era necessário colocar pra gravar...
    Depois soh precisava escrever enquanto gravava, o único problema eh o som da tecla na gravação

    ResponderExcluir