domingo, 11 de julho de 2010

Apple apelando para o lado emocional [ATUALIZADO EM 12/07/10]

No canal da Apple no Youtube, ela publicou 4 novos comerciais do iPhone 4.

Além do comercial que já havia do FaceTime agora há mais 4, que também exploram o recurso FaceTime. Há o Smile, o Haircut, o Meet Her e o Big News. Apenas clique nos links para assistir. Se assistir em HD fica mais legal ainda.

Isso comove o consumidor, porque as propagandas não estão mais focadas muito nos outros novos recursos como o novo processador Apple A4 ou no giroscópio, mas sim na emoção que uma boa videochamada pode causar na pessoa. Eu realmente fiquei comovido, porque os vídeos realmente possuem a emoção como o ponto principal da propaganda para atrair um cliente.

Se a Apple continuar assim, nos próximos comerciais os mais emotivos vão começar a chorar. Eu acho que ela podia pelo menos colocar um sobre o giroscópio e outro falando da rapidez do iPhone 4 por causa do processador e da memória RAM, porque também ficar somente no FaceTime é meio chato.

Mas mesmo assim, todos os comerciais ficaram ótimos e representam aqueles momentos importantes da vida que você tem que ver a pessoa para poder compartilhá-los e transmitir a sua emoção, se não esses momentos não serão bem compartilhados, e é aí que entra a videochamada. E isso é justamente o que a Apple quer passar com esses comerciais, a importância da videochamada na vida das pessoas e as mudanças que isso pode trazer na comunicação móvel.

[ATUALIZAÇÃO 12/07/10]

Vou colocar aqui também o link para o site da Apple (os comerciais tem talvez maior qualidade que no YouTube, mas você precisa ter o QuickTime para poder assitir).


2 comentários:

  1. Isso acontece pq a maioria das pessoas q possuem um iPhone nos EUA não são nerds como vc e preferem a sensação de convivência a os apetrechos presentes no iPhone 4 ...
    Mas o q eu achei estranho é q essas propagandas normalmente são colocadas na Europa, porém foi feita para os americanos ...
    Não sei se terá um efeito tão grande nos EUA em comparação se fosse feita na Europa ...

    ResponderExcluir
  2. Eu não entendi esse negócio ai da Europa.

    Essas propagandas como sempre ficaram ótimas, e isso é até bom para atingir o consumidor final, ou seja, aquele que não sabe a diferença entre o Bluetooth 2.0 e o 2.1.

    Mas mesmo assim a Apple podia fazer uma propaganda focada no giroscópio pelo menos, porque também é outro recurso incrível, que além de beneficiar jogos ele beneficiará a realidade aumentada.

    ResponderExcluir